26 de julho

  • Dia dos Avós
Falecimento


1930 — Morre João Pessoa

O político João Pessoa Cavalcante de Albuquerque, sobrinho do ex-presidente da República, Epitácio Pessoa, nasceu em 1878, em Umbuzeiro (PB).

Iniciou seus estudos no Liceu Paraibano e, em 1894, ingressou no 27º. Batalhão de Infantaria, na Paraíba. Em 1895, foi para a Escola Militar do Rio de Janeiro, mas, acusado de participar de uma rebelião, foi desterrado e enviado ao 4º. Batalhão de Artilharia de Posição do Pará, de onde acabou excluído.

Em 1899, por influência familiar, foi nomeado escriturário de repartição e, ao mesmo tempo, iniciou seus estudos na Faculdade de Direito do Recife. Bacharel, João Pessoa exerceu a advocacia até 1910, ano em que foi aprovado no concurso público para a Justiça Militar, a qual o nomeou auditor da Marinha. Em 1920, foi designado ministro do Supremo Tribunal Militar, e eleito presidente do Estado da Paraíba em 1928.

Para as eleições seguintes, a Aliança Liberal indicou seu nome à candidatura a vice-presidência da República, em chapa encabeçada por Getúlio Vargas; entretanto, foi assassinado em Recife, em 1930, por João Duarte. Na época, sua morte foi considerada um dos motivos causadores da Revolução de 1930, que provocou a saída de Washington Luís da Presidência.