Atividades Relacionadas ao Conteúdo (ARC)


O desenvolvimento infantil é um processo de aprendizado pelos quais as crianças passam para adquirir e aprimorar diversas capacidades cognitivas, motoras, emocionais e sociais. As Atividades Relacionadas ao Conteúdo (ARC), voltada às crianças da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental do Colégio Objetivo, estimulam o raciocínio lógico, a imaginação, a curiosidade, as habilidades motoras, o pensamento crítico e a consciência ecológica.

A programação do ARC é diversificada e interdisciplinar. A proposta envolve todos os professores, em uma troca de ideias, conteúdos, experiências, sempre com o foco na criança.  O resultado das atividades foi conferido pelos pais em exposições montadas nas unidades Alphaville, Cantareira, Granja Viana, Paz, Teodoro e Vergueiro.

As crianças do Infantil 2 do Objetivo Teodoro foram convidados a embarcar em uma viagem no tempo, em busca de informações sobre a roda. “No projeto Um giro sobre rodas, exploramos todos os aspectos relacionados ao assunto, tudo foi investigado e experimentado pelos alunos. A intencionalidade educativa foi explorar a origem da roda e como se dá o movimento dela”, explica Olívia Orsolini, coordenadora da Educação Infantil do Objetivo Teodoro.  

Interagir com objetos que ficaram mundialmente conhecidos e que revolucionaram o modo de vida da humanidade, foi a proposta da atividade Pequenos Reinventores, que foi estudada pelas crianças da Educação Infantil 1 do Objetivo Alphaville. “Os alunos conheceram as primeiras invenções capazes de modificar o modo de viver das pessoas. Eles reproduziram o avião, o rádio, o relógio de pulso, a lâmpada, telefone entre outras. Esse trabalho é fundamental para o desenvolvimento da criança já que a participação em situações diferenciadas, prazerosas, afetivas, desafiadoras, repletas de estímulos e criatividade, resulta em novos conhecimentos”, afirma Andrea Cristina, coordenadora da Educação Infantil e do 1º ano do Ensino Fundamental do Colégio Objetivo Alphaville.

O Eu, o outro e o nós.... No universo das fábulas infantis foi a temática trabalhada pelas crianças do Objetivo Cantareira. Para expressar-se por meio de desenhos, pinturas e recortes, as turmas confeccionaram personagens e cenários para as fábulas. Na entrada da exposição, os presentes puderam pendurar na árvore do sentimento o que deseja para o mundo. E por meio de um painel interativo QR CODE, os pais tiveram acesso às fotos das atividades desenvolvidas ao longo da proposta.

Os pontos turísticos e a gastronomia variada de São Paulo foram alguns dos temas apresentados no Objetivo Paz. As crianças produziram uma maquete da Avenida a mais famosa da cidade, a Paulista, com seus principais pontos turísticos e restaurantes.  Os pequenos também deram dicas culturais e de passeios para os visitantes.   

As crianças do 1º ano do Objetivo Granja trabalharam o tema O grande artista que há em mim. Inspirados pelo colorido vibrante de Romero Britto, pelas pinturas e criaturas fantásticas de Salvador Dali, a arte rupestre do homem pré-histórico, as diferentes luzes captadas por Monet, as formas geométricas de Picasso e as esculturas de proporção perfeita de Michelangelo e Brecheret, entre outros, os alunos descobriram que a arte, além de ser um belo exercício da liberdade é um meio de aquisição de muito conhecimento. “O universo artístico foi explorado em suas diversas configurações, buscando compreender o olhar do artista acerca da cultura dos povos, dos fenômenos da natureza e até da evolução da tecnologia. Vivenciamos meses de muitas possibilidades, estímulos e criatividade”, explica a professora Érika Machado Fonseca.

Ao estabelecer relações com o outro, as crianças descobrem outros jeitos de ser, estar e conviver. Os temas trabalhados ajudam a construir uma ponte de significação do mundo exterior para o mundo interior. Eles aprendem valores, refletem sobre suas ações, desenvolvem seu senso crítico, a criatividade, a imaginação, a expressão, a linguagem, ampliando a visão do mundo e o modo de perceber a sim mesma, o outro e respeitar as diferenças.

Vídeos Relacionados