15ª Mostra de Arte do Colégio Objetivo apresenta “A sustentável leveza da arte”


O trabalho da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi foi tema da 15ª Mostra de Arte do Colégio Objetivo – A sustentável leveza da arte. Os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental apresentaram obras inspiradas na artista.

Cada grupo escolheu um recorte, no universo da artista como referência para a composição dos trabalhos. “O título da mostra teve como inspiração a leveza da arte, que se expressa muito bem no Museu de Arte de São Paulo (Masp), projetado por Lina. A arte tem essa capacidade de nos elevar, de colocar todos nós em uma suspensão pela beleza, pela emoção”, comenta José Minerini Neto, coordenador de Arte do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Antes de visitar a mostra, realizada em 18 de outubro, no campus Paraíso, da Unip, o público participou de um bate-papo com o arquiteto Marcelo Ferraz, que trabalhou por 15 anos com Lina, compartilhando ideias e desafios.

“Pouco antes de me graduar, estagiei com Lina, e acompanhei a criação de um de seus grandes projetos, o Sesc Pompeia, em São Paulo. Após a conclusão do curso, tive a oportunidade de ser seu parceiro em todos seus projetos. Aprendi muito com essa grande profissional.”

Cerca de 200 obras foram expostas. A mostra foi organizada em oito setores, todos relacionados ao universo de Lina: arquitetura, design de objetos, de moda, de luz, de joias, cenografia, arte popular e brinquedos.

Os alunos também criaram as obras usando materiais pesquisados a partir do livro ‘O que é arte contemporânea’, de Jacky e Susy Klein.

Sofia Helena Marques, do Objetivo Paz, achou inspirador conhecer as muitas vertentes de Lina Bo Bardi. “Escolhi trabalhar com o design de moda e a maior dificuldade que tive na hora de desenvolver o projeto foi a costura, mas fui adaptando e consegui captar a essência. A Lina era uma mulher à frente de seu tempo e com ela aprendemos que podemos ser o que quisermos e a fazer o que amamos, não importa o que os outros achem”.

O amor de Lina pelas pedras brasileiras foi retratado pelo grupo de Isabella Almeida, do Objetivo Teodoro. “Fizemos um baú cravejado com pedras, pois Lina se apaixonou pela beleza de nossas pedras e as utilizava bastante em seus projetos”, comenta a aluna.

O grande convidado da noite se encantou com a beleza e qualidade do trabalho. “Estou em choque em ver o que os alunos reproduziram da obra da Lina. Eles tiveram muita liberdade na criação e aqui está esse reflexo, a Lina iria adorar ver essa exposição”, afirma Ferraz.

A Mostra de Arte é realizada desde 2005. A cada ano é escolhido um artista de renome para ser homenageado. Já participaram desse trabalho Luiz Paulo Baravelli, Rubens Matuck, Guto Lacaz, Nelson Leirner, Claudio Tozzi, Evandro Carlos Jardim, Edith Derdyk, Katia Canton, Paulo Pasta, Marcelo Zocchiol, Regina Silveira, Alê Abreu, Felipe Morozini e Tiê. As obras dos artistas são amplamente estudadas pelos alunos em atividades que contemplam uma vasta programação, nas aulas de Arte.